quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sei um ninho



Sei um ninho.

E o ninho tem um ovo.

E o ovo, redondinho,

Tem lá dentro um passarinho

Novo.



Mas escusam de me atentar:

Nem o tiro, nem o ensino.

Quero ser um bom menino

E guardar

Este segredo comigo.

E ter depois um amigo

Que faça o pino

A voar...

Miguel Torga

Quem sabe nunca esquece.

Num passeio, encontrei um ninho de melro. Foi só deitar um olho para o sítio de onde saiu a pássara. E pronto. Ele ali estava. À mão de tirar uma foto. Já devem ter crescido e voado.

seródio

3 comentários:

paulo teixeira disse...

ja ha muito tempo k nao vou aos ninhos xd
esta numa laranjeira? embora as folhas me parecem mais "ervacias" limoeiro?
sera k ainda nao me eskeci ou as lembranças estão embotadas pelo tempo?

monge disse...

oi camara paulo,
o ninho é numa laranjeira, lugar muito apreciado pelas melras. já dei um salto ao teu recém nascido blog ... vamos lá, força nisso.

abraço

Botelha-Menina disse...

oh paulo admite te tas velho :P