segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Casa do Povo de Santa Comba da Vilariça

CONSTRUÇÃO DA SEDE SOCIAL


"Em cumprimento do deliberado em reunião de 18 de Maio de 1966, faz-se público que no dia 21 de Junho de 1966, pelas 15.30 horas, em Bragança e instalações da Brigada Técnica da Comissão Cordenadora dos Serviços Médicos das Instituições de Providência, no Palácio das Corporações, se procederá ao concurso público para arrematação da empreitada de construção da sede social da Casa do Povo de Santa Comba da Vilariça, do concelho de Vila Flor.

Base de licitação - 405 000$00 (quatrocentos e cinco mil escudos)

Para ser admitido ao concurso é necessário apresentar, naquela Brigada em qualquer dia útil, durante as horas do seu expediente normal ou até às 12 horas do referido dia 21, documento comprovativo de ter sido efectuado na Caixa Geral de Depósitos, Crédito e Previdência, suas Filiais ou Delegações, mediante guia passada pela mesma Brigada, o Depósito provisório de 2,5% da Base de Licitação, na importância de 10 125$00 (dez mil cento e vinte e cinco escudos).

O Depóstivo definitivo, ainda à ordem desta Brigada, será de 5% do valor da adjudicação.

O programa do concurso, condições técnicas (gerais e especiais) e o projecto estarão patentes todos os dias úteis e durante as horas normais de serviço, nas instalações da Brigada Técnica para exame e elucidação de qualquer interessado".

Bragança, 20 de Maio de 1966

Coomissão Coordenadora dos Serviços Médicos das Instituições de Previdência

O Presidente

Eduardo Franco-Ferreira

seródio

3 comentários:

Valério disse...

Casa do povo, onde passei tantos e tanto momentos únicos da minha vida até aos 18 anos.
Acúrcio Diogo Valério

duarte disse...

A casa do povo ainda continua...do povo. Penso que irá sofrer umas pequenas obras ,mas para bem da comunidade........
agora falando de outras coisas,
muito curtimos de volta daquele edificio! quantas vezes o largo das eiras não teve que "aturar" ,uma ou duas dezenas de jovens(e menos jovens) em conversas ou desconversas, ébrias ou sâs?
Ainda vai longe o renascimento de toda uma dinámica moribunda...
abraço do vale sem monges

Anónimo disse...

Tenho visitado o blog com alguma regularidade principalmente para matar saudades da terra. As fotos são de excelente qualidade. Parabens.